• Plano Prever

Como funciona a cremação?

Na cremação, o que acontece com o corpo é a sua redução em cinzas. Após a cerimônia, a pessoa que partiu é levada ao forno crematório na urna (popularmente chamada de caixão), procedimento aceito por grande parte das religiões e totalmente ecológico.



A morte, mesmo sendo parte do ciclo de vida, ainda é um tabu. Quando o assunto é colocado em pauta, geralmente falam da saudade, das causas que levaram ao óbito e outros temas relacionados à partida do ente querido.


Raramente sepultamento ou cremação fazem parte dessas conversas. Um dos motivos para isso acontecer são os mitos sobre como funciona a cremação, seu significado, o que diz a bíblia e determinadas religiões. Mesmo assim, as cerimônias de cremação têm se tornado populares.


Seja pela falta de espaço nos cemitérios, seja pelo alto custo da compra ou locação de jazigos, as pessoas estão descobrindo os benefícios de optar por esse formato de despedida. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!


como funciona a cremacao


| O que é a cremação?


A cremação é uma tradição milenar que ganhou um novo significado no mundo ocidental. Se trata de uma técnica funerária que acelera a transformação do corpo em cinzas quando submetido à fornos crematórios próprios.


O procedimento é ecológico, acessível financeiramente — o valor da cremação é inferior aos sepultamentos tradicionais — e pode trazer um novo significado para a despedida.



| O que dizem as diferentes religiões sobre a cremação?


A escolha pela cremação é vista de diferentes formas pelas religiões ao redor do mundo. Algumas delas têm o costume milenar de orientar seus fiéis a optarem pela cremação e outras mudaram seu ponto de vista sobre o assunto ao longo do tempo.


Catolicismo: A cremação não era autorizada aos fiéis católicos até alguns anos atrás, mas, atualmente, a Igreja Católica permite a prática da cremação com a recomendação de que as cinzas não sejam guardadas em casa ou espalhadas, mas, sim, mantidas em locais sagrados, próprios para este fim, como cemitérios ou outros locais aprovados pela Igreja.


Protestantismo: A fé evangélica não determina a forma de sepultamento de seus fiéis, entendendo essa escolha como parte do exercício da liberdade cristã de cada um. Dentre as opções, a cremação pode ser realizada já que para os fiéis evangélicos a ressurreição da alma, vista como imortal, não depende do corpo mortal.


Espiritismo: Para a fé Espírita, como o espírito esteve muito tempo ligado a matéria do corpo, os laços que os unem se desfazem lentamente. Deste modo a denominação indica aos fiéis que optarem pela cremação a aguardar um prazo de 72 horas para realizar o processo, para que o espírito se desprenda totalmente do corpo que será cremado.


Budismo: A fé budista professa que a cremação deve ser realizada, já que, de acordo com o credo, cremar é desapegar-se por completo do mundo material. Antes de ocorrer a cremação uma série de rituais são realizados para ajudar o falecido a ganhar méritos para que alcance o Nirvana, que é a libertação do sofrimento, uma separação absoluta da vida terrena.


Hinduísmo: A crença Hindu é uma das mais favoráveis à cremação. Para seus seguidores, a morte é o meio de acesso à paz originária e o elemento purificador que contribuiria para o desapego total dos restos materiais seria o fogo. Somente assim, segundo o credo, o falecido poderá partir para uma nova dimensão.

| O que acontece com o corpo na hora da cremação?


Geralmente, os crematórios esperam de 24 horas a 72 horas, dependendo da religião, causa do óbito ou solicitação do familiar, para iniciar o processo de cremação.


Durante esse tempo, a urna fica guardada em uma sala refrigerada. Depois, vidros e metais utilizados na confecção são retirados e só então, a urna com o corpo é levada ao forno crematório, submetida a uma temperatura de aproximadamente 1000°C.


Após cerca de 3 horas, o que fica são apenas os restos mortais, os quais são resfriados, processados e entregues à família.


| O que fazer com as cinzas?


Ao receber as cinzas em urnas cinerárias, as famílias têm várias opções ao seu dispor. Saiba mais!


Joias de cremação

As joias de cremação são pingentes fabricados artesanalmente a partir das cinzas do ente querido, um serviço disponível no Crematório Angelus e uma forma amorosa de guardar as lembranças das pessoas especiais que já partiram.


Columbário

Os columbários são nichos que abrigam as urnas cinerárias. Esses espaços apresentam um visual mais suave do que os dos cemitérios tradicionais.


Urnas ecológicas

As urnas ecológicas ou biodegradáveis foram pensadas para serem absorvidas pela natureza sem causar nenhum dano ao solo ou ao mar. Inclusive, algumas são acompanhadas por sementes que germinam e se transformam em uma bela árvore.


Espalhar em um local significativo

Algumas famílias optam por espalhar as cinzas do ente querido em um local que tenha significado especial, como o mar, jardins ou lagos. Por serem formadas, basicamente, de carbono, as cinzas não poluem o meio ambiente.

Chegamos ao final do nosso artigo! Agora que você aprendeu o que é e como funciona a cremação, está considerando incluí-la em seu plano?


A taxa de inclusão da cremação individual para associados ao Plano Prever é de apenas R$8,00, já a taxa para inclusão de todos os dependentes é de R$20,00.


Caso tenha interesse, ligue ou envie WhatsApp para 0800 006 6688.

Ainda não é associado Prever? Conheça nossos planos e contrate o seu.