Fale conosco ↴

  • Plano Prever

Redes sociais: o que fazer após um falecimento?

As redes sociais se tornaram parte da vida da quase todas as pessoas. No mundo virtual compartilhamos nossa vida, cotidiano e conquistas por meio de fotos, vídeos e textos. Fazemos novas amizades, mantemos contato com amigos e familiares que estão longe e, dificilmente, passamos um único dia sem checar as notificações. 

Você já parou para pensar no que vai acontecer com as suas redes sociais quando não estiver mais aqui? As redes sociais mais populares como Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn, por exemplo, têm protocolos a seguir em caso de falecimento do dono do perfil. Confira a seguir. 



| Facebook


A plataforma oferece três possibilidades ao usuário: escolher um Contato Herdeiro, transformar o perfil em um memorial ou a remoção da conta. A opção para selecionar um Contato Herdeiro, deve ser realizada pelo usuário da conta ainda em vida, basta acessar as configurações do Facebook e seguir o passo a passo para adicionar o Contato Herdeiro. A pessoa escolhida será notificada pela rede social e quando você não estiver mais aqui, o Contato Herdeiro poderá mudar a foto do seu perfil, fixar publicações na sua linha do tempo e aceitar solicitações de amizade. Ele não poderá fazer login como se fosse você, nem fazer novos posts, ver suas mensagens privadas ou enviar mensagens. 


Para a opção de perfil memorial, a mensagem “em memória” aparecerá ao lado do nome do usuário após seu falecimento. Para ativar o perfil memorial após o óbito do usuário, basta que um parente ou amigo próximo notifique o Facebook por meio de um formulário que deve ser preenchido e enviado para análise. 


Caso a família opte pela remoção da conta do falecido, é necessário preencher um outro formulário mais detalhado, informando o e-mail utilizado para criar a conta, data de falecimento e o nome de quem está solicitando a remoção.


| Instagram


A rede social Instagram oferece a possibilidade de transformar a conta em memorial ou realizar a remoção do perfil. Para transformar o perfil em memorial após o falecimento do usuário, familiares e amigos devem notificar o Instagram sobre o óbito na sessão Fale Conosco. É necessário enviar uma prova do óbito como o link de um obituário ou um artigo de um jornal. 

Para exclusão da conta, após a solicitação, o Instagram pode pedir algumas provas que identifiquem o solicitante como parente direto do usuário, como por exemplo:

  • A certidão de nascimento da pessoa falecida;

  • A certidão de óbito da pessoa falecida;

  • Comprovação de autoridade de acordo com a lei local de que você é o representante legal da pessoa falecida ou de seu espólio. 

| Twitter


Já para o Twitter, é possível apenas fazer a remoção da conta do usuário falecido. Familiares próximos e pessoas autorizadas a agir em nome do estado podem usar um formulário de privacidade para pedir a desativação da conta. 


| LinkedIn


O procedimento adotado pelo LinkedIn é parecido com o do Twitter e permite a remoção da conta do usuário falecido. Basta preencher um formulário e enviar para análise. O LinkedIn entrará em contato posteriormente. 


Pode parecer estranho e até desconfortável pensar neste assunto, mas, especialmente para quem tem a rede social como extensão da vida pessoal e compartilha informações no meio digital, é importante preocupar-se com estas informações disponibilizadas na internet principalmente para garantir a segurança e a privacidade de cada pessoa, mesmo após o óbito. 

sobre o plano prever

Com excelência e tradição, o Plano Prever é referência em assistência familiar no sul do Brasil. Sua missão é proporcionar um estilo de vida mais inteligente aos seus clientes através de assistências e benefícios inteligentes, com economia e conveniência ao longo de todo o ciclo da vida.

Prever Angelus Administradora LTDA

CNPJ: 33.149.334/0001-80

Central de Relacionamento
  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • Ícone cinza LinkedIn
Uma empresa:
logo-grupo-prever-sul-horiz.png